revista-qmix-logo
O que é Wi-Fi 6

WiFi 6 o que é? Quais são as vantagens do novo padrão?

Com a inevitável marcha do tempo, o WiFi fica cada vez mais rápido para acompanhar nossas demandas por banda larga cada vez maiores para streaming de filmes, jogos, videochamadas e todas as nossas atividades na internet. O WiFi 6 está aqui, e é o mais recente e melhor novo padrão de rede sem fio. As distinções entre as diferentes versões do WiFi sempre foram confusas – cada uma tem dois nomes agora – então você não é a única pessoa coçando a cabeça se perguntando “WiFi 6 o que é?

Mas é hora de aprender. O WiFi 6 foi anunciado em 2018 e chegou ao mercado em 2019, então agora estamos atingindo uma massa crítica de roteadores e dispositivos compatíveis (incluindo o iPhone 11, iPhone 12 e 13).

WiFi 6 quando poderemos usar?

Se você já comprou um roteador sem fio, quase certamente já passou algum tempo intrigado com os diferentes padrões WiFi, como 802.11ac e 802.11n, imaginando o que eles significam, de onde vêm e (o mais importante) qual é o mais rápido . A confusa gama de padrões WiFi foi criada pelo Electrical and Electronics Engineers’ (IEEE), a maior associação profissional de engenheiros do mundo que, entre outras coisas, desenvolve hardware e padrões técnicos para uma ampla gama de campos para garantir a interoperabilidade global e o avanço da tecnologia. Os padrões WiFi, em particular, são mantidos por um grupo comercial chamado Aliança Wi-Fi que certifica os dispositivos de acordo com os padrões do IEEE e detém a marca registrada em “Wi-Fi”.

Como parte de seus deveres voltados para o público, a Wi-Fi Alliance interveio e aplicou retroativamente um sistema de numeração geracional mais simples para produtos voltados para o consumidor. O WiFi 6, o mais novo padrão, começou a ser implementado em 2019. Corresponde ao padrão 802.11ax do IEEE. Se você quiser pesquisar retroativamente, cada um dos padrões anteriores do IEEE tem um número correspondente: WiFi 5 refere-se a 802.11ac, e você pode fazer a contagem regressiva a partir daí através do confuso sistema de letras – 802.11n, -g, -a e -b .

Cada geração reúne uma coleção de melhorias que tornam sua experiência sem fio mais rápida e consistente. Por exemplo, o WiFi 5 introduziu o beamforming, uma técnica que permite que os roteadores concentrem seus sinais diretamente nos dispositivos, em vez de transmitir em todas as direções. A centralização tem como um dos principais benefícios a compatibilidade já que, todas as versões do WiFi são compatíveis com versões anteriores, portanto, os dispositivos WiFi 6 funcionarão com dispositivos WiFi 1-5.

O que há de novo no WiFi 6?

O TP-Link Archer AX6000 é um roteador WiFi 6 bem conceituado. TP-Link

O WiFi 6 apresenta uma série de atualizações que melhoram a conectividade a eficiência de sua rede sem fio e, em menor grau, dos dispositivos que você conecta a ela. Como seria de esperar, as velocidades gerais de upload e download serão mais rápidas. Um único dispositivo em uma rede WiFi 6 deve ser aproximadamente 40% mais rápido do que em um dispositivo WiFi 5, graças à codificação de dados mais eficiente que encaixa mais informações na mesma transmissão e em outras técnicas.

Além disso, o WiFi 6 reintroduz a faixa de frequência herdada de 2,4 GHz, que os roteadores WiFi 5 pararam de usar. O comprimento de onda mais longo e mais lento do WiFi de 2,4 GHz significa uploads e downloads mais lentos, mas também oferece um alcance maior e é mais resistente à interferência física de paredes e outros bloqueadores de sinal domésticos.

Wi-Fi 6 suporte para mais dispositivos

O WiFi 6 é muito melhor em manter velocidades máximas constantes enquanto conectado a muitos dispositivos ao mesmo tempo, mesmo onde as versões anteriores do WiFi tropeçariam.

Ele pode ser usado nas televisões, impressora de fotos online sem fio, dispositivos móveis e tantas outras funcionalidades.

O desempenho em uma rede lotada é, em última análise, o recurso de assinatura do WiFi 6. Mais e mais pessoas estão conectando dispositivos inteligentes a redes domésticas, incluindo termostatos, luzes, geladeiras, fechaduras e câmeras de segurança.

Embora esses gadgets possam não, em alguns casos, precisar de muita largura de bandas, o número inflado de dispositivos na rede pode diminuir a velocidade das coisas que você deseja trabalhar rapidamente, como computadores, telefones e consoles de jogos.

A atualização vem de novas tecnologias introduzidas no WiFi 6, incluindo OFDMA (Orthogonal Frequency Division Multiple Access) e OBSS (Overlapping Basic Service Sets), que permitem ao roteador subdividir canais individuais e enviar mensagens para vários dispositivos simultaneamente, em vez de sequencialmente, bem como para coordenar melhor quando os dispositivos se comunicam de volta. Melhorias no MU-MIMO (Multiple User – Multiple Input, Multiple Output) e no beamforming, ambos introduzidos no WiFi 5, também permitem uma melhor organização espacial dos sinais.

Potência e segurança

Outra vantagem para todos esses dispositivos conectados será a vida útil da bateria aprimorada. O WiFi 6 permite que dispositivos e roteadores programem comunicações com um recurso chamado Target Wake Time. Em vez de manter suas antenas ligadas para aguardar os sinais, o TWT permite que eles fiquem desligados até a hora marcada, em vez de desperdiçar energia enquanto não for ativamente necessário. Embora tenha sido criado especificamente com o equipamento doméstico inteligente em mente, o TWT poderia tornar qualquer dispositivo conectado mais eficiente em termos de energia.

Por fim, os dispositivos WiFi exigirão WPA3 (Wi-Fi Protected Access 3), o padrão de criptografia sem fio mais recente e seguro, tornando mais complicado para atores externos interceptar e quebrar comunicações na rede. WPA3 está disponível em algum dispositivos em padrões anteriores, mas incluí-lo no padrão garantirá uma segurança mais consistente em todo o hardware certificado.

Cuidados ao comprar dispositivos WiFi 6

Mesmo com o novo sistema de numeração, discutir as nuances da rede ainda se torna muito técnico. Felizmente, o sistema de certificação da Wi-Fi Alliance vem com um logotipo. Se você está comprando um novo roteador e/ou outra tecnologia, você pode verificar a embalagem para um rótulo “certificado WiFi 6”. Isso é tudo que você precisa saber! Os dispositivos que operam em padrões anteriores funcionarão perfeitamente, portanto, você não precisa se preocupar com a compatibilidade com versões anteriores.

Aguarde… O que é WiFi 6E?

wifi 6e
ASUS Roteador de jogos ROG Rapture WiFi 6E (GT-AXE11000)

Os compradores atentos e os primeiros a adotar podem notar que alguns roteadores (principalmente caros e sofisticados) são designados como “WiFi 6E”. Em 2020, a FCC votou para abrir a largura de banda de 6 GHz para uso não licenciado, além das larguras de banda de 5 e 2,4 GHz atualmente usadas. Os roteadores WiFi 6E atendem a todos os padrões IEEE para WiFi 6 e podem se conectar a dispositivos usando um sinal de 6 GHz.

Ao abrir substancialmente mais largura de banda potencial, os roteadores WiFi 6E podem tomar outras medidas para aliviar o congestionamento da rede… Em teoria. Na prática, existem muito poucos dispositivos à venda que realmente aproveitam o suporte de 6 GHz. Enquanto isso, os roteadores WiFi 6E ainda são bastante novos e caros.

O suporte para WiFi 6E pode demorar a crescer. Brasil, Coréia e Estados Unidos abriram legalmente o espectro de 6GHz, mas muitos outros países não o fizeram. Como tal, as empresas podem demorar para integrar o suporte em seus dispositivos. Assim como os televisores 8K, o WiFi 6E parece ser o próximo passo para redes domésticas, mas seria prematuro investir nele agora, mesmo como medida de proteção para o futuro. A maioria de nós ainda está perguntando “o que é WiFi 6”, então vamos tomar um minuto para respirar antes de seguir em frente.

Leia também: